Cuiabá, sábado, 23/01/2021
12:54:12
informe o texto

Notícias / Cultura Popular

12/01/2021 às 10:57

As mãos Beneditas de Justina: quilombola terá história contada em filme, livro e exposição

À frente de atividades como a Festa da Banana e o Muxirum, a mestra conhecida como 'São Benedita' demarca identidade da Comunidade do Ribeirão do Mutuca

Maria Clara Cabral

As mãos Beneditas de Justina: quilombola terá história contada em filme, livro e exposição

Dona Justina

Foto: Téo Miranda

Justina Ferreira da Silva, a Dona Justina, também conhecida como 'São Benedita', como o Santo negro, é cozinheira por ofício. São mais de 50 anos demarcando a identidade quilombola, o pertencimento territorial e mantendo as tradições e inovações através de alimentos produzidos na Comunidade do Ribeirão do Mutuca.
 
A comunidade é uma das seis que integram o Território Quilombola de Mata Cavalo, no munícipio de Nossa Senhora do Livramento (33 km de Cuiabá).
 
Com suas receitas e comando das atividades coletivas conhecidas como 'Muxirum' – em que a comunidade se organiza para plantar a banana e carpir o roçado –, Justina repassa às novas gerações a herança de seus antepassados para a manutenção da cultura local, já que também é ela quem comanda a cozinha da tradicional Festa da Banana.
 
Ela também é guardiã da tradição familiar d
o melado e rapadura, repassada pelo pai Miguel Domingos Ferreira de Jesus. Seu bisavô, Vicente Ferreira Mendes e avô, conhecido como Macário, fazia o famoso açúcar de barro (açúcar mascavo) para as festas de São Benedito, de São Gonçalo e do Congo, que se originou na Mutuca.
 
Trabalhadora rural, cozinheira e doceira, Dona Justina é filha de Rosa Domingas de Jesus e, casada com João Pedro da Silva, mãe de sete filhos, sendo quatro homens e três mulheres. Um deles, ela perdeu.
 
Justina agora é uma das 75 condecoradas com o título de mestre da Cultura do Estado de Mato Grosso através do Edital Conexão Mestres da Cultura - Marília Beatriz de Figueiredo Leite, viabilizado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso através da Lei Aldir Blanc.
 
A homenagem em vida é o reconhecimento à força que Justina carrega ao resguardar a cultura alimentar da Comunidade do Ribeirão do Mutuca.
 
Trata-se do projeto 'As Mãos Beneditas de Justina', coordenado por Laura Ferreira, liderança quilombola, também da Comunidade Mutuca, e direção geral de arte da artista visual Paty Wolff. A proposta é construir um acervo com depoimentos, fotografias e vídeos como memorial dos saberes em comemoração aos 65 anos da mestra Justina.
 
Todo o conteúdo será entregue através de um documentário. A obra resultará de uma capacitação realizada pela equipe do projeto dentro da comunidade de Mata Cavalo para um grupo de dez jovens. As fotografias realizadas durante o processo também irão compor um livro e uma exposição em plataforma virtual.
 
A responsável pela curadoria da exposição é Gilda Portella. Téo Miranda, da Editora Sustentável, realiza a direção de fotografia e edição do livro. Também fazem parte da produção audiovisual a diretora e roteirista Isabela Ferreira da Silva e Cauê Onirê, Gabriel Paulo Oliveira da Silva, Anna Carolina Mello, Lucas Bezerril, João Almeida, Luiz Henrique Nogueira, Lidiane Alves Lopes.

A equipe já esteve nas comunidades realizando o registro de um Muxirum, prática que acontece em data específica a cada ano.
 
Com o reconhecimento de Justina, a ideia é expandir o conhecimento acerca das comunidades quilombolas de Mato Grosso e a força feminina que as movimenta. De acordo com a coordenação do projeto, pesquisas recentes têm apontado um silenciamento da historiografia dessas territorialidades na mídia e nos livros didáticos.
 
A proposta reforça ainda a importância dos fazeres quilombolas, o reconhecimento das práticas agroecológicas e a valorização desta cultura para manutenção e segurança de seus territórios.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet