Cuiabá, quarta-feira, 24/07/2024
01:18:30
informe o texto

Notícias / Eleições

28/10/2022 às 08:45

TSE julga recurso prejudicado e mantém registro de Neri Geller indeferido

Por 7 votos, Corte Eleitoral entendeu que julgamento perdeu objeto

Jardel P. Arruda

O Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, que foi prejudicado o recurso impetrado pela defesa do deputado federal Neri Geller (PP) contra o indeferimento do registro de candidatura ao Senado. A decisão foi tomada em julgamento que durou de 21 a 27 de outubro, tendo sido finalizado na noite dessa quinta-feira.

Ao determinar que o recurso foi prejudicado, os ministros entendem que qualquer decisão tomada não mudará o objeto final do caso. Isso, porque Neri Geller não foi o candidato mais votado ao Senado na eleição de outro, então o resultado do pleito continuará sendo o mesmo, com Wellington Fagundes (PL) reeleito. 

De acordo com relatório da totalização de votos, o parlamentar do Progressista obteve 310.481 votos, enquanto o senador reeleito Wellington Fagundes (PL) reuniu 825.229 votos.

Apesar da decisão, este recurso não tem nenhum impacto na outra ação que analisa a cassação e a perda dos direitos políticos de Neri Geller. Neste processo, a defesa do progressista também recorre para tentar reverter a situação.

Em agosto deste ano, o TSE cassou o mandato de deputado federal de Geller por prática de abuso de poder econômico e arrecadação ilícita de recursos. Isso o tornou inelegível por oito anos e, consequentemente, culminou com o Tribunal Superior Eleitoral indeferindo o registro de candidatos do progressista. 

Na ocasião, o Plenário acompanhou, por unanimidade, o voto do relator, ministro Raul Araújo, que acolheu recurso apresentado pelo Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) que apontou inelegibilidade posterior ao registro de candidatura.

 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet