Cuiabá, sábado, 20/07/2024
12:25:07
informe o texto

Notícias / Eleições

31/10/2022 às 17:49

Fusão com União Brasil poderá salvar o PP em MT, analisa vereador

Para o parlamentar, as eleições gerais que ocorreram neste mês de outubro definharam o PP

Da Redação - Kamila Arruda / Da Reportagem Local - Paulo Henrique Fanaia

Fusão com União Brasil poderá salvar o PP em MT, analisa vereador

Foto: Paulo Henrique Fanaia / Leiagora

O vereador por Cuiabá Demilson Nogueira cita o fracasso do Progressistas no pleito deste ano, e acredita que a fusão com o União Brasil, que atualmente é o maior partido no país, pode vir a salvar o PP em Mato Grosso. Para o parlamentar, as eleições gerais que ocorreram neste mês de outubro, definharam o partido ainda mais.

Isso, porque em seu entendimento a maioria dos correligionários estavam preocupados apenas com o próprio umbigo, e deixaram os interesses partidários de lado.

“O PP em Mato Grosso e em Cuiabá está a cada dia definhando mais, principalmente com o resultado desta eleição de agora, na qual cada um correu para o seu lado e ninguém defendeu os interesses partidários. Todo mundo estava cuidando do seu umbigo, cada um correu para um lado”, enfatizou.

Como exemplo de descaso, ele cita o fato de a agremiação não ter se empenhado para formar uma chapa de federal para encarar o pleito deste ano. “A fusão poderá salvar o partido aqui em Mato Grosso. Nós não tivemos se quer um candidato a federal. Com isso, você vê tranquilamente que o partido não era prioridade”, completou.

Para ele, esse “desinteresse”, inclusive, foi o responsável pela derrota do deputado federal Neri Geller (PP), que disputou a eleição ao Senado Federal, e acabou não garantindo o registro de candidatura.

“Fracassou totalmente a candidatura majoritária do deputado Neri, porque não houve um trabalho partidário. Esse foi um trabalho que o deputado Neri fez, tão somente pensando no seu nome. Ele não fez uma construção partidária, tanto é que nós não tivemos se quer um candidato a deputado federal. Então, houve um abandono nessas eleições”, finalizou.

Apesar do vereador torcer pela junção dos partidos, o debate com as cúpulas nacionais das duas legendas parece não ter avançado e cogitam agora formar uma federação, o que manteria a autonomia dos diretórios, mas estariam aliançados nas disputas municipais e também em 2026. 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet