Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
05:23:49
informe o texto

Notícias / Eleições

15/11/2022 às 17:35

Emanuelzinho e Fabinho lideram ranking de gastos na campanha eleitoral

O emedebista lidera o ranking com uma despesa de R$ 3.133.989,60 milhões

Kamila Arruda

Emanuelzinho e Fabinho lideram ranking de gastos na campanha eleitoral

Foto: Depositphotos

Os deputados federais Emanuelzinho Pinheiro (MDB) e Fabio Garcia (União) foram os parlamentares eleitos que mais gastaram com a campanha eleitoral no pleito deste ano. O emedebista lidera o ranking com uma despesa de R$ 3.133.989,60 milhões.

Conforme sistema de prestação de contas, o parlamentar, que foi reeleito com 74.720 mil votos, desembolsou R$ 3.133.986,60 para garantir a permanência na Câmara Federal.

O maior gasto apresentado pelo parlamentar foi com materiais gráficos como adesivos, banners, santinhos e outros. Somente com isso, Emanuelzinho gastou R$ 387.280,00 mil.

Apesar de a despesa do deputado ter sido alta, ele saiu do processo eleitoral sem dívidas. Isso porque, ele arrecadou R$ 3.196.560,67 milhões para investir em sua campanha eleitoral a reeleição. O maior investidor foi a Executiva Nacional do MDB, que repassou ao congressista R$ 2,5 milhões.

Já Garcia declarou uma despesa total de R$ 3.314.446,73 milhões para retornar à Câmara Federal. O empresário, que foi eleito com 98.704 mil votos, investiu pesado em parcerias com postulantes a deputado estadual.

Prova disso é que o seu maior gasto foi com transferência financeira ao deputado estadual Max Russi (PSB). Garcia repassou a ele a quantia de R$ 400 mil.

Ao contrário de Emanuelzinho, contudo, ele encerrou a campanha eleitoral no vermelho, uma vez que a sua arrecadação foi inferior a despesa apresentada. Garcia arrecadou apenas R$ 2.338.542,23 milhões, sendo o União Brasil o seu maior financiador.

A agremiação repassou a Garcia a quantia R$ 885.600,00 mil, mas não foi o suficiente para suprir todos os gastos que ele teve com a campanha eleitoral.

Confira a despesa e a receita dos demais deputados federais eleitos no pleito deste ano.
 
Abílio Junior (PL)
Receita – R$ 1.116.558,53
Despesa – R$ 1.068.193,77
 
Coronel Fernanda (PL)
Receita – R$ 2.205.288,01
Despesa – R$ 2.136.165,65
 
Juarez Costa (MDB)
Receita – R$ 2.617.474,52
Despesa – R$ 2.589.694,52
 
Coronel Assis (União)
Receita – R$ 1.896.466,02
Despesa – R$ 1.753.455,06
 
Amália Barros (PL)
Receita – R$ 1.652.019,64
Despesa – R$ 1.492.944,63
 
José Medeiros (PL)
Receita – R$ 2.825.067,78
Despesa – R$ 2.737.753,26
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet