Cuiabá, quarta-feira, 21/02/2024
08:44:43
informe o texto

Notícias / Eleições

18/12/2022 às 11:14

Em meio ao debate sobre teto de gastos, Mendes defende equilíbrio fiscal e fala sobre decisões difíceis

O governador reeleito aproveitou para mandar um recado para os deputados estaduais também, pedindo que decisões sejam conscientes, mesmo não sendo caminho mais fácil

Da Redação - Alline Marques / Reportagem local - Jardel P. Arruda

Em meio ao debate sobre teto de gastos, Mendes defende equilíbrio fiscal e fala sobre decisões difíceis

Foto: Secom-MT

O governador Mauro Mendes (União) já aproveitou a oportunidade do discurso durante a cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos para dar uma chamada, principalmente, na bancada federal, e aproveitou para falar da importância da responsabilidade fiscal. A fala ocorre bem no momento em que se discute da PEC de Transição, a qual prevê que o pagamento do Bolsa Família fique de fora do teto de gastos, o que tem gerado controvérsias no mercado e no meio político, com a possibilidade de um rombo nas contas. 

Além disso, o chefe do Executivo, que foi reeleito para mais quatro anos de mandato, aproveitou para falar que é necessário ter coragem para fazer as mudanças necessárias para avançar nas políticas públicas, deixando claro que nem sempre se pode fazer somente aquilo que agrada, às vezes é preciso tomar decisões difíceis. E aproveitou para mandar esse recado também para os parlamentares estaduais. 

“Vamos trabalhar com a mesma honestidade e foco para entregar resultados. É isso que a sociedade espera de nós, de mim, dos deputados: que possamos fazer um bom debate nesta Casa de Leis, tomar decisões conscientes, olhando para o presente e futuro, fazer o certo nem sempre é o caminho mais fácil, mas é o caminho necessário, para construir resultados de médio e longo prazo”, afirmou Mendes ao se direcionar aos deputados estaduais. 

Logo depois, se referiu à bancada federal. Ele disse esperar que o Congresso Nacional tome medidas estruturantes e disse que não se pode só ficar esperando o futuro, se não mudar a realidade agora.

“O Brasil precisa muito dos senhores para tomar medidas estruturantes neste país. Não dá para ficar acreditando e repetindo uma frase que crescemos ouvindo, ‘que este é o país do futuro’. O futuro continua no futuro. Muito se espera de nós, mas o futuro não vai chegar se não tivermos coragem e competência de tomar essas decisões no presente. O Brasil não pode mais brincar com a irresponsabilidade fiscal, os país precisa compreender fundamentos básicos da boa gestão para entregar resultados para nossa população”, defendeu. 

Na sequência Mendes falou sobre os desafios que terá neste segundo mandato, não negou que ao olhar indicadores brasileiros, por exemplo na educação, o estado tem uma enorme missão que deve ser enfrentada com coragem e determinação. Mas garantiu que fará o que for certo e mudará a realidade do estado de Mato Grosso. Ele aproveitou para falar sobre a importância da união dos poderes, cada um dentro da sua competência, para que se possa avançar ainda mais. 

“Hoje vão receber um Mato Grosso muito melhor que 4 anos atrás. Isso aumenta nossa responsabilidade, mas vamos manter o foco, a mesma harmonia entre todos os poderes, cada um respeitando o limite da sua competência, mas respeitando o que cada um pode fazer mais para que os próximos quatro anos possam ser muito melhores. Depende de todos nós, do cidadão pagando impostos, fazendo sua parte, e cabe a nós gerenciar esse recurso, aplicar com lealdade e competência para voltar à sociedade com melhores resultados”, afirmou.

E encerrou afirmando que espera entregar para o próximo governo um estado com “mais igualdade, oportunidade, que tenha na educação uma fonte de oportunidade, uma saúde pública que respeite o cidadão, fizemos muitas coisas boas, mas ainda têm muitos desafios. Acredito em Deus, na nossa força e na nossa capacidade”, finalizou.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet