Cuiabá, sexta-feira, 01/03/2024
04:46:05
informe o texto

Notícias / Geral

17/11/2023 às 11:09

PANTANAL EM CHAMAS

Com mais de 200 mil hectares devastados pelo fogo, Poconé decreta estado de emergência

Defesa Civil coordena todos os órgãos municipais e voluntários poderão ser convocados

Jardel P. Arruda

Com mais de 200 mil hectares devastados pelo fogo, Poconé decreta estado de emergência

Foto: Gustavo Figueroa

Poconé está oficialmente em situação de emergência  devido às proporções dos incêndios no Pantanal, que já queimaram mais de 200 mil hectares somente no município. Com essa medida, a Defesa Civil da cidade terá autonomia para coordenar as ações dos órgãos municipais e voluntários poderão ser convocados para atuarem no combate às chamas.

O município mato-grossense está localizado a 105 quilômetros de distância da capital, Cuiabá.

“Autoriza-se a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem, sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução. [...] Autoriza-se a convocação de voluntários, para reforçar as ações de resposta ao desastre e para a realização de campanhas de arrecadação de recursos perante a comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência aos afetados pelo desastre, sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil”, diz o decreto.

A decisão foi tomada pelo prefeito Tatá Amaral (União), que assina o decreto publicado nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM). No texto, ele justifica o decreto com a necessidade de dar uma resposta urgente aos incêndios em áreas legalmente preservadas. 


“Considerando que o período de chuva ainda não se iniciou no município, que as condições climáticas adversas, com ondas de calor que elevam ainda mais a temperatura e reduzem a umidade do ar, tornando-se o ambiente ainda mais favorável para propagação dos incêndios florestais; a necessidade de resposta urgente ao controle de incêndios florestais em áreas legalmente preservadas e não preservadas, com base no levantamento realizado pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil; e que a área queimada estimada ultrapassa 200.000”, consta de trechos do decreto.

O texto do documento ainda classifica os incêndios como desastre de média intensidade e cita o parecer técnico da Defesa Civil.

Incêndios no Pantanal

Mais de 2 mil focos de calor foram identificados nesta quinta-feira (16), em Mato Grosso. Entre as cidades que mais sofrem com as queimadas está Poconé, que concentra 73,5% do total. Dados estes que refletem as chamas que se alastram na região do Pantanal mato-grossense.

Os números foram divulgados por meio do Boletim Risco de Incêndio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). No documento, é possível ver que 2036 focos de incêndio foram identificados no estado. Os municípios com mais registros estão na região do Pantanal, no Centro-Sul do estado: Poconé, Barão de Melgaço e Cáceres.

Apenas em Poconé, foram registrados 1498 focos. Dados preocupantes, já que na quarta (15) o fogo acabou se alastrando na região e tomou grandes proporções se aproximando de pousadas localizadas na Transpantaneira, região de Porto Jofre.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet