Cuiabá, quarta-feira, 03/06/2020
15:30:53
informe o texto

Notícias / Geral

20/05/2020 às 15:35

Emanuel anuncia estudo de barreiras sanitárias e testagem em massa para Cuiabá

Medidas podem ser implantadas em breve e já receberam aval do ministro da Saúde

Camilla Zeni

Emanuel anuncia estudo de barreiras sanitárias e testagem em massa para Cuiabá

Foto: Assessoria

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), revelou que aguarda resultado de um estudo para decidir sobre a implantação de barreiras sanitárias na Capital. Ainda há a possibilidade de que a população seja submetida a testagem em massa para identificar os casos do novo coronavírus.

A informação foi passada pelo prefeito no início da tarde desta quarta-feira (20), após reunião com o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello.

Segundo o prefeito, a aplicação de testes em massa é necessária para que a Saúde possa fazer um planejamento eficiente no combate à pandemia, que já matou 32 pessoas em Mato Grosso.

Emanuel defendeu que o governo do Estado repassou a Cuiabá apenas 4,5 mil testes e isso não foi suficiente sequer para testar os profissionais da Saúde.

"Só em Cuiabá hoje tratamos de 78 casos confirmados de covid-19 não residentes, pessoas que moram no interior ou em outros estados do país, então precisamos de um apoio maior para planejar com mais eficiência", disse o prefeito. 

O prefeito ainda revelou que o ministro da Saúde sinalizou de forma positiva para a implantação de barreiras sanitárias e das testagens em Cuiabá. O estudo deve ser apresentado pelo Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus e não há um prazo para que as medidas sejam efetivamente aplicadas.

No mês passado, após a prefeitura de Várzea Grande liberar o retorno das atividades do comércio no município, Emanuel se reuniu com o Comitê e descartou a possibilidade de barreira. Naquela ocasião ele defendeu um diálogo com a prefeita Lucimar Campos (DEM).

Já na semana passada ele não descartou a possibilidade de adotar um fechamento completo da cidade, o chamado “lockdown”, caso haja necessidade. Segundo ele, essas medidas enérgicas dependem do número de casos e do controle da Saúde.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet