Cuiabá, quarta-feira, 28/10/2020
18:24:23
informe o texto

Notícias / Judiciário

14/10/2020 às 17:05

Juiz revoga liminar e libera adesivos de França

O motivo da representação de Emanuel contra França era os adesivos estariam fora das normas legais

Leiagora

Juiz revoga liminar e libera adesivos de França

Foto: Divulgação

O juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto, da 1ª Zona Eleitoral, julgou improcedente a representação eleitoral proposta pela coligação do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) contra Roberto França (Patriota). O motivo era que os adesivos estariam fora das normas legais.

Em decisão proferida nessa terça-feira (13), o magistrado revogou a liminar concedida por ele mesmo no dia 8 deste mês, na qual determinava a suspensão da distribuição dos adesivos. “Julgo improcedente o pedido trazido na Representação Eleitoral, ante a inexistência de configuração de propaganda eleitoral antecipada ou violação ao art. 36- A da Lei nº 9504/97. De consequência, declaro sem efeito a liminar concedida nos autos”, disse na sentença. 

Leia também - Justiça multa Abílio em R$ 5 mil por usar vídeo de delação de Riva contra Emanuel

O magistrado acolheu os argumentos da defesa da Coligação Todos por Cuiabá, que noticiou que “o uso de adesivos constando apenas o nome do representado restringiu-se ao período de pré-campanha, sem cunho eleitoral, não configurando propaganda eleitoral, por ausência de pedido expresso de voto ou ainda, tampouco fez alusão ao pleito atual”.

Segundo Fidelis, a temática referente à divulgação de pré-candidaturas é superada e amplamente permitida, desde que, obedecidos os limites impostos pela jurisprudência do TSE. Na decisão, ele cita legislação específica sobre o tema.

Ao aprofundar a análise, o juiz destacou que a jurisprudência sobre o tema segue no sentido de que não se trata de propaganda eleitoral.

 
Com informações da Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet