Cuiabá, terça-feira, 02/03/2021
07:32:39
informe o texto

Notícias / Judiciário

22/01/2021 às 13:56

Desembargador nega pedido de soltura de adolescente acusada de matar Isabele

Filha do empresário Marcelo Martins Cestari e Gaby Cestari foi condenada a três anos de internação

Eduarda Fernandes

Desembargador nega pedido de soltura de adolescente acusada de matar Isabele

Foto: Reprodução

O desembargador Juvenal Pereira da Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), negou o pedido de soltura da adolescente acusada de matar Isabele Guimarães Ramos, em decisão proferida nesta sexta-feira (22). Na terça (19), a filha do empresário Marcelo Martins Cestari e Gaby Cestari foi condenada a três anos de internação por ato infracional análogo a homicídio doloso.

A defesa, patrocinada pelo advogado Artur Osti, informou ao Leiagora que recorrerá da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ). "Fiquei sabendo da decisão por vocês da imprensa e o meu escritório confirmou o indeferimento. Ainda não consegui analisar a decisão, mas vamos recorrer", disse o advogado.

Leia também - Justiça determina internação de adolescente que matou Isabele

Isabele morreu na casa da família Cestari, em um condomínio de luxo de Cuiabá, em 12 de julho do ano passado.  Ela foi atingida por um disparo que entrou pela ponta do nariz e saiu pela nuca. Ela e a adolescente acusada por sua morte seriam melhores amigas.

Ainda na terça, a adolescente foi internada no Centro de Ressocialização Menina Moça, no bairro Carumbé, em Cuiabá. A condenação foi proferida pela juíza Cristiane Padim da Silva, da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude da Capital.

Para a defesa da família Cestari, a decisão de internação imediata contraria decisão do STF, que firmou entendimento de que o cumprimento de pena se dá apenas quando não houver mais possibilidade de recursos contra a sentença.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet