Cuiabá, sexta-feira, 12/07/2024
20:12:26
informe o texto

Notícias / Patrimônio

31/03/2022 às 18:27

Inauguração de estátua de 3 metros de Senhor Bom Jesus abre programação do aniversário de Cuiabá

História da imagem do 'santo dos santos' se confunde com a de fundação da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Priscila Mendes

Inauguração de estátua de 3 metros de Senhor Bom Jesus abre programação do aniversário de Cuiabá

A segunda imagem de Senhor Bom Jesus, que fica na Arquidiocese de Cuiabá

Foto: Foto Luiz Alves / Secom Cuiabá

A nove dias do aniversário de Cuiabá - não por acaso, uma novena -, começam as celebrações dos 303 anos da capital de Mato Grosso e, com grande dedicação da Arquidiocese de Cuiabá, uma intensa celebração ao Senhor Bom Jesus de Cuiabá, o padroeiro da cidade.

A proposta é uma programação macroecumênica, que contemple todas as religiões que professam fé a Jesus e que homenageie as perspectivas históricas e culturais da representatividade da imagem para Cuiabá.

No calendário católico, o dia de Senhor Bom Jesus é 6 de agosto, mas a Arquidiocese de Cuiabá firmou parceria com a Prefeitura da capital, para marcar os 303 anos, em programação que começa na quinta-feira (31) e se encerra em 8 de abril (confira programação completa no vídeo do Playagora). A data é ainda mais especial, porque está inserida no período católico da quaresma.

E não é por acaso essa junção de programação. A história de Cuiabá se confunde com a história da imagem doada ao povoado das margens do Rio Coxipó, no mesmo ano que Pascoal Moreira Cabral assinou a ata de fundação da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, 1719.

A primeira imagem do “santo dos santos”, como registra o historiador e padre da Arquidioceses de Cuiabá, Felisberto Samoel da Cruz, foi esculpida por uma artesã de Sorocaba (SP) - de onde veio o bandeirante Pascoal Moreira Cabral e está até hoje na Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus, bem no centro da capital.

“Esta imagem [...], ela fez referenciando ao sofrimento dos trabalhadores nos canaviais. Por isso é que este cetro representa o pendão da cana de açúcar. E o cabelo da imagem era de uma senhora que estava com problemas de câncer”, explica padre Felisberto ao Entretê.

Chegou antes mesmo da construção da Catedral de Cuiabá, cuja região, a Prainha, só foi descoberta, porque um grupo de bandeirantes, a mando de Pascoal Moreira Cabral, foi procurar mel e frutas e encontraram muito ouro.

Mas a escultura de Bom Jesus não ficou sempre quietinha, não. Desapareceu por três vezes e é conhecida como “o santo fujão”. “Roubaram a imagem duas vezes. Na segunda, acharam no Porto, pronta para embarcar. Na terceira, acharam e levaram para Camapuã (MS), que era o trecho onde os comerciantes passavam para levar seus produtos para São Paulo”, explica padre Felisberto.

Para alguns historiadores, os três sumiços da imagem foram de fundamental importância para a edificação da segunda fachada da Igreja Matriz. "O povo ficou aqui rezando, fazendo novena, trezena e tudo mais, fizeram promessa de construir um lugar digno de nosso padroeiro”.

Outra imagem, mesmo significado



A imagem original de Bom Jesus de Cuiabá está na catedral, mas a Arquidiocese de Cuiabá também tem outra escultura. “Aqui nós temos essa mesma história de uma mulher que também teve câncer e ofereceu o cabelo para por na cabeça do Senhor Bom Jesus. [Com ela], nós queremos recordar o sofrimento [dos escravizados], porque aqui era um grande canavial. [Queremos] recuperar o sofrimento do povo estampado neste homem que nós chamamos Jesus”.

Programação democrática e respeito histórico



A programação macroecumênica de aniversário de 303 anos de Cuiabá começa na quinta-feira (31), com procissão partindo da Igreja Católica de São Gonçalo, na comunidade São Gonçalo Beira Rio, rumo ao Marco Zero, para a inauguração de uma estátua de Senhor Bom Jesus de Cuiabá com três metros de altura.

Para os dias 2, 3 e 8 de abril, há cavalgada, motociata, pedal, procissão pelo Rio Cuiabá e caminhada.

Respeitando os pontos históricos da capital, as atividades contemplam a Comunidade de São Gonçalo Beira Rio, o Coxipó do Ouro, a Orla do Porto e o Parque das Águas.

O evento tem apoio da Prefeitura de Cuiabá.

Resumo da programação:
31/03 – 19h30: Inauguração da Imagem do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, no São Gonçalo Beira Rio

02/04 – 8h: Cavalgada em homenagem ao Senhor Bom Jesus, partindo do São Gonçalo Beira Rio, rumo ao Coxipó do Ouro

03/04 – 6h30: Pilotando com o Senhor Bom Jesus, no Coxipó do Ouro

03/04 – 7h30: Pedalando com o Senhor Bom Jesus, no Parque das águas, rumo ao São Gonçalo Beira Rio

08/04 – 15h: Navegando com o Senhor Bom Jesus (Romaria das Águas), no São Gonçalo Beira Rio, rumo à Orla do Porto

08/04 – 16h: Caminhando com o Senhor Bom Jesus, na Praça do Porto, sentido Praça Alencastro

Foto do corpo do texto: Padre Felisberto, ao lado da imagem de Senhor Bom Jesus. Crédito Luiz Alves / Secom Cuiabá
Clique AQUIentre no grupo de WhatsApp do Entretê e receba notícias de Cultura e programações artísticas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet