Cuiabá, domingo, 21/07/2024
02:25:18
informe o texto

Notícias / Política

12/01/2023 às 16:39

ALMT pode responder judicialmente por acompanhamento de presos em Brasília, avalia procurador-geral

Parlamento aprovou em plenário requerimento de Gilberto Cattani para criação de subcomissão

Da Reportagem Local - Gabriella Arantes / Da Redação - Jardel P. Arruda

ALMT pode responder judicialmente por acompanhamento de presos em Brasília, avalia procurador-geral

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O procurador-geral do Ministério Público de Mato Grosso, José Antônio Borges, afirma que a Assembleia Legislativa pode responder judicialmente se usar dinheiro público para fazer qualquer acompanhamento aos mato-grossenses que foram presos em Brasília por participarem da invasão às sedes dos três Poderes.

“Se fizerem com dinheiro público estadual, quem fizer pode até responder por esses atos”, avisou Borges, em entrevista nesta quinta-feira (12), na sede da Diretoria da Polícia Judiciária Civil, em Cuiabá. 

O procurador explicou que o Distrito Federal possui autonomia política e jurídica, portanto quem é preso na jurisdição daquele território está sob cuidados dos acompanhamentos dos órgãos daquela unidade da Federação.

“Causa-me espécie essa intervenção da Assembleia dizendo que vai tomar alguma medida, porque lá tem sua autonomia política, judiciária. Nós não temos que nos meter em nada no que está acontecendo em Brasília nesse aspecto”, avaliou.

Comissão na ALMT

A pedido do deputado estadual Gilberto Cattani (PL), a Assembleia Legislativa aprovou na quarta-feira (11) a permissão para a Comissão de Direitos Humanos criar uma subcomissão de acompanhamento para verificar in loco a situação dos mato-grossenses presos em Brasília durante a invasão de domingo. 

Ao final da sessão legislativa, o presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho, afirmou que iria consultar a procuradoria da Casa de Leis para depois anunciar como isso poderia funcionar.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet