Cuiabá, quinta-feira, 18/04/2024
14:03:26
informe o texto

Notícias / Política

03/04/2024 às 16:11

INSEGURANÇA

Botelho teme que Ibama não conceda licença para obras no Portão do Inferno e manda Barranco ficar em cima

O presidente da Assembleia Legislativa afirma que está preocupado

Da Redação - Kamila Arruda / Da Reportagem Local - Jardel P. Arruda

Botelho teme que Ibama não conceda licença para obras no Portão do Inferno e manda Barranco ficar em cima

Foto: Assessoria

Apesar de ter garantido celeridade na apreciação do projeto apresentado pelo Governo do Estado que visa solucionar, em definitivo, o imbróglio do Portão do Inferno, em Chapada dos Guimarães, o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recurso Naturais Renováveis (Ibama), Antônio de Agostinho Mendonça não deu prazo e nem assegurou que a obra será licenciada pela autarquia.

O fato preocupou o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (União), que teme que a licença para execução da obra não seja concedida.

Diante disso, ele determinou que o deputado estadual Valdir Barranco (PT) fique em cima do Ibama, cobrando um posicionamento. “Eu sai de lá preocupado, porque o presidente do Ibama não garantiu um tempo e não garantiu a aprovação. Então, nós designados o deputado Valdir Barranco, que é amigo pessoal do presidente, para que ele fique cobrando toda semana uma posição”, enfatizou Botelho na manhã desta quarta-feira (3).

Em reunião realizada em Brasília na tarde desta terça-feira (2), Agostinho garantiu que irá analisar o projeto e forma célere, e ainda assegurou que irá interceder junto ao ICMBio, que é quem detém a concessão do Parque Chapada dos Guimarães.

Botelho participou da reunião ao lado do governador Mauro Mendes (União) e outras lideranças estaduais, mas não sentiu segurança e teme que o projeto seja reprovado.

“Caso não vão aprovar que decida logo, nós queremos uma definição. Essa é a nossa grande preocupação: se vai ou não aprovar o projeto que apresentamos lá”, completou.

O Governo do Estado quer realizar o retaludamento do paredão do Portão do Inferno que, na prática, consiste na destruição de grande parte do paredão para adentrar com a pista.

A obra, inclusive, já foi licitada. Acontece que, a empresa ganhadora da licitação emergencial, Lotufo Engenharia, só poderá começar os trabalhos após a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio). 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet