Cuiabá, segunda-feira, 27/05/2024
23:35:00
informe o texto

Notícias / Política

24/04/2024 às 15:06

ATÉ AGORA NADA

‘O tempo conspira contra todos nós, inclusive contra eles’, afirma Mauro sobre demora do Ibama em licenciar obras

Desde o fim de dezembro de 2023, a região do Portão do Inferno sofre com problemas estruturais devido ao excesso de chuvas na região

Paulo Henrique Fanaia

‘O tempo conspira contra todos nós, inclusive contra eles’, afirma Mauro sobre demora do Ibama em licenciar obras

Foto: Reprodução

Com mais de 20 dias esperando o licenciamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recurso Naturais Renováveis (Ibama) para que o governo de Mato Grosso possa iniciar as obras na região do Portão do Inferno, o governador Mauro Mendes (União) tem pressa e garante que a demora não afeta apenas o estado, mas também os órgãos federais, afinal: “O tempo conspira contra todos nós, inclusive contra eles”.
 
No dia 2 de abril uma comitiva do governo estadual esteve em Brasília com o objetivo de apresentar ao presidente do Ibama, Antônio de Agostinho Mendonça, o projeto de retaludamento do Portão do Inferno, na MT-251, na estrada que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães. Na ocasião, Mendonça garantiu que ia dar uma atenção especial ao projeto devido à urgência do início das obras.
 
Porém, desde então, o Executivo Estadual não teve mais notícias do licenciamento do projeto. A novidade é que o Ibama garantiu que irá montar uma força tarefa para analisar a fundo a proposta, o que agradou o governador que deseja ter a licença o mais rápido possível.
 
“Eu fico feliz que eles vão montar uma força tarefa e eu espero que a força tarefa, eu acredito e estou confiando que ela vai rapidamente produzir o resultado que é autorizar nós fazermos aquela obra que é emergencial e é importante fazer pra resolver definitivamente aquele problema”, disse o governador.
 
Desde o fim de dezembro de 2023, a região do Portão do Inferno sofre com problemas estruturais devido ao excesso de chuvas na região. Desde então, a pista está parcialmente bloqueada por motivos de segurança. A proposta do governo é realizar o retaludamento do paredão, uma obra que consiste em realizar terraplanagem e destruição de parte das pedras para construir uma nova estrada.
 
Todavia, para que as obras possam começar, a empresa ganhadora da licitação emergencial precisa conseguir a autorização do Ibama e do ICMBio.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet