Cuiabá, quinta-feira, 18/07/2024
12:50:17
informe o texto

Notícias / Política

13/05/2021 às 08:00

Wellington diz que conversa sobre candidatura ao governo fica para ano que vem

Por outro lado, o parlamentar descartou voltar a disputar para deputado federal, cargo que ocupou por cinco mandatos

Da Redação - Eduarda Fernandes / Reportagem local - Camilla Zeni

Wellington diz que conversa sobre candidatura ao governo fica para ano que vem

Foto: Camilla Zeni/Leiagora

O senador Wellington Fagundes (PL) segue focado em seu plano de ir à reeleição, o que ele considera um caminho “natural”, porém, ele deixa aberta a possibilidade de disputar ao governo do Estado e é taxativo ao descartar uma candidatura a deputado federal.

Em entrevista à imprensa, durante a inauguração do viaduto Murilo Domingos, na Capital, ele foi questionado sobre os planos para 2022. O parlamentar diz que, no momento, as energias estão empenhadas em salvar vidas, considerando o cenário pandêmico. Contudo, admite que as articulações já começaram nos bastidores. “Claro, todos nós que temos mandatos, somos filiados a partidos, conversamos internamente também”.

Leia também - Prefeito admite disputar eleição para governador em 2022

Sobre o cargo que irá pleitear, há uma única certeza: “A possibilidade de ser candidato a deputado federal, essa inexiste. Quando fala ‘inexiste’ é porque não serei candidato”. Fagundes ocupou o cargo de deputado federal por cinco mandatos.

Já a disputa a reeleição é descrita pelo senador como “natural”.


“E governo não está descartado?”, perguntou o Leiagora a Wellington Fagundes e assim ele respondeu: “a princípio não, é que... a candidatura é natural de senador. Candidatura de governador, vamos conversar o ano que vem, vamos ver como é que estará o Estado de Mato Grosso. Então isso a gente vai deixar para o ano que vem”.

Fagundes disputou a eleição em 2018, mas foi derrotado por Mauro Mendes (DEM) e ficou em segundo lugar na disputa, à frente de Pedro Taques (SD) que tentava a reeleição. 


Apesar da incógnita, Wellington também é simpático à eventual candidatura do prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), ao governo. O emedebista, inclusive, já deixou o suspense de lado e tem deixado bem claro que sua mira está direcionada ao Palácio Paiaguás. Neste caso, o senador seguiria seu caminho “natural” na busca pela reeleição.

“Ele [Emanuel] já foi candidato à reeleição, já está no segundo mandato. Se ele entender de ser candidato, penso que também é bem possível e seria até natural. Ele já cumpriu o mandato inteiro, já está no segundo mandato, tem um vice-prefeito muito competente. Então isso é questão de foro íntimo, do próprio Emanuel, e dependerá única e exclusivamente da decisão dele com a família”, comentou o parlamentar antes do discurso em que o prefeito admitiu, pela primeira vez em público, que tem pretensões políticas para o próximo ano.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet