Cuiabá, sexta-feira, 01/03/2024
04:41:04
informe o texto

Notícias / Geral

18/11/2023 às 16:46

FORA DA PREVISÃO

Especialista afirma que chuva de novembro não será suficiente para conter incêndio no Pantanal

'Novembro será marcado por chuvas abaixo do esperado, sendo um mês bem seco, em relação à média histórica', diz

Luíza Vieira

Especialista afirma que chuva de novembro não será suficiente para conter incêndio no Pantanal

Foto: CBMS/Divulgação / Estadão

Muitos esforços por parte do Corpo de Bombeiros e até ações integradas entre o Governo de Mato Grosso e o Governo Federal estão sendo empenhados em uma batalha incansável contra o fogo que devasta o Pantanal mato-grossense há dias. As chamas poderiam ser controladas se pelo menos chovesse na região, no entanto, apenas chuvas muito volumosas e duradouras seriam capazes de vencer o fogo, o que conforme o Climatologista do Departamento de Geografia da UFMT, Rodrigo Marques, não está previsto para este mês.

“Há expectativa de chuvas a partir do dia 19, sobretudo no Pantanal do Mato Grosso do Sul. Na região de Cáceres, há previsão de chuva entre os dias 21 e 22/11, e Cuiabá a partir do 20/11, mas ainda não há previsão de chuvas generalizadas com grandes volumes”, disse em entrevista ao Leiagora.

Leia tambémPivetta torce por chuva e afirma que Governo de MT não vai conseguir combater o fogo sozinho

Como exemplo de cidade pantaneira que tem sido muito impactada pelas queimadas está Poconé, visto que o município teve mais de 200 mil hectares devastados pelo fogo e já declarou estado de emergência

Somado a isso, dentre os mais de 2 mil focos de calor identificados em Mato Grosso, 73,5% eram provenientes da região, até a quinta (16). A possibilidade de um refresco por meio das chuvas pode vir a partir deste domingo (19), quando, conforme o instituto meteorológico Climatempo, há 67% de possibilidade na região do Pantanal.

Por conta disso, frente a um cenário fora do comum para esse mês, o especialista ainda avalia um possível recorde. “De forma geral, o mês de novembro será marcado por chuvas abaixo do esperado para o mês, sendo um mês bem seco, em relação à média histórica”, projeta.

Atrelado à segunda onda de calor que aumentou as temperaturas em todo o Brasil, vários pontos do Pantanal continuam queimando, enquanto animais morrem ou perdem seus habitats naturais e formas de alimentação.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet